Notícias

< Voltar
Confete

02/12/2016

Conheça a CONFETE!

CONHEÇA A CONFETE!

Conheça a CONFETE!

Confete é a primeira capa adaptável e colorida de prótese de perna produzida em massa no mundo. Seu propósito é funcional (devolver o volume da perna) e especialmente emocional por incentivar a reabilitação e autoestima do amputado a um custo bastante acessível.

O portal designbrasil entrevistou Rodrigo Brenner e Maurício Noronha, designers da Furf Design Studio, escritório de design responsável pelo projeto, que nos contaram sobre a experiência de ter desenvolvido a Confete junto à Ethnos.

Pessoas que tem a perna amputada perdem a forma e o volume e, no lugar do membro passam a usar um tubo metálico da prótese. “Muitos acham isso embaraçoso e muitas vezes são olhados com estranheza e abordados diariamente com frases de piedade”, comenta Rodrigo.

Muitos amputados tendem a se esconder, se tornam excluídos da sociedade e acabam desenvolvendo grandes transtornos emocionais e psicológicos. Existem vários fatores que influenciam a forma como os indivíduos com amputação são vistos pela sociedade e, muitas vezes, a percepção mais difícil de lidar é a sua própria.

Propostas já existentes ou não são muito atrativas esteticamente (tentam imitar a pele), comprometem os movimentos da prótese ou em alguns casos são inacessíveis, geralmente produzidos por meio de processos caros e sob medida.

O PROJETO

A Confete é uma linha de capas customizáveis para próteses. O projeto durou um ano, desde a concepção até a apresentação final. “Um time de especialistas se uniu como uma orquestra, cada um tocando a mesma música com amor e incrível dedicação, mas cada um com seu instrumento”, conta Maurício. “Da equipe técnica da Ethnos, todos os amputados que conhecemos, o fantástico pessoal da FENAP, até o roteiro e a filmagem da produtora Alameda Criativa – que ficou uma obra prima, por sinal. Fizemos questão de participar de cada etapa para estarmos sempre com o propósito alinhado”, completa.

Estudos profundos e pesquisas foram feitos com amputados, técnicos, mercado, materiais, formatos. Cada milímetro foi estudado para funcionar da melhor maneira possível na produção do molde para desenvolver o melhor produto possível, equilibrando desempenho, durabilidade, qualidade, acabamento, praticidade, poesia, emoção e autoestima.

Inúmeros estudos anatômicos foram desenvolvidos utilizando diversas técnicas e resultaram em um formato inteligente para servir a praticamente todos. Com linhas guia internas, é recortável para facilmente se ajustar à altura do amputado e é desenhada para encaixar na grande maioria de combinações de próteses de joelho e pés.

“Imergimos neste universo e foi intrigante desenhar o produto que nós mesmos não podemos testar, tínhamos que confiar totalmente no feedback de diversos amputados que testavam os protótipos e também nos especialistas no assunto. Essa entrega e confiança, criou uma aura especial deste projeto”, fala Rodrigo.

A Confete é fabricada em poliuretano para tornar o produto o mais econômico, adaptável e durável possível.

A razão do nome Confete? “Símbolo internacional de alegria e igualdade social, um confete é acessível, colorido e democrático. Os furos no formato de confete podem ser utilizados para customização e ampliam as possibilidades de se expressar. Muitas opções de cores e com um desenho que encoraja o usuário a trocar de cores”, comenta Maurício.

O produto acaba de ser lançado e já está sendo comercializado online pelo site www.idethnos.com.br e em breve estará disponível em diversos pontos de venda. “Um dos objetivos é conseguir disponibilizar a Confete no SUS, o que tornará a sua distribuição gratuita. Nada mais justo, já que estamos falando de autoestima e acessibilidade”, finaliza a dupla de designers.

http://www.designbrasil.org.br/design-made-in-brazil/confete/